Motociclista teria tirado capacete antes de colisão com caminhão

ACIDENTE Da Redação em 13 de janeiro, 2022 11h01m
Facebook Twitter Whatsapp

O motorista Roberto da Rocha Santos, 53 anos, que morreu após bater com uma moto de frete com uma caminhão na manhã desta quarta-feira (12) na rodovia Eliezer Montenegro Magalhães, após a lagoa 3X, teria tirado o capacete e arremessado, antes da colisão, segundo informações obtidas no local.

Betão, como era conhecido, atuava como motorista de van, já teve um salão de cabeleireiro na rua São Luiz, no bairro Paraiso e já havia trabalhado como vendedor no comércio.

Ele seguia com uma CG Titan, vermelha, sentido Araçatuba ao rio Tietê, e após a lagoa 3X bateu de frente com uma caminhão que trafegava no sentido oposto. A moto foi arremessada a dezenas de metros e pegou fogo. Santos foi arrastado e ficou debaixo do caminhão.

Peritos do Instituto de criminalística estiveram no local. O caminhão ficou com a frente danificada e teve de sair guinchado do local. O corpo foi encaminhado para exame no IML (Instituto Médico Legal) antes da liberação para velório e enterro.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários