Deputado trabalha pela permanência de Universidade e critica MEC

Educação Da Redação em 21 de maio, 2020 16h05m
Facebook Twitter Whatsapp

O deputado Fausto Pinato (PP) representante da região noroeste na Câmara dos deputados, divulgou um vídeo em suas redes sociais demonstrando a preocupação em se manter aberta a Universidade Brasil, principalmente seu Campus de Fernandópolis que tem como um dos principais cursos o de Medicina.

Desde que se iniciaram os problemas da Universidade em decorrência de uma ação da Polícia Federal para apurar supostas irregularidades em vendas de vagas e fraudes junto ao Fies, o deputado começou um trabalho para garantir a permanência da Universidade em Fernandópolis e constantemente vem se reunindo com autoridades do Ministério da Educação e com representantes da Universidade assim como com o prefeito André Pessuto, com o intuito de evitar o fechamento da Universidade em Fernandópolis, principalmente o curso de Medicina.

Em seu vídeo Pinato defende a continuidade das investigações e que os culpados devem pagar por seus crimes com o rigor da lei, mas deixou claro que a isntituição de ensino em sua pessoa Jurídica, tem que ser salva, e os alunos que pagam suas mensalidades e depositaram a confiança na Universidade devem ter seus futuros profissionais garantidos.

Publicidade

Pinato destacou o trabalho brilhante nas investigações promovidas pelo procurador da República em Jales, Carlos Alberto dos Rios Junior e do delegado da Polícia Federal, Cristiano Pádua da Silva.

 
O deputado Federal ainda citou possíveis interferências do MEC, principalmente de pessoas ligadas a outras universidades que querem o fechamento da Universidade Brasil. “Se a Universidade fechar os alunos perdem, e muito, a cidade e toda a região perderão muito com isso. É hora de unir forças de toda a sociedade”, enfatiza Pinato.

Para finalizar Pinato repudiou a atitude do MEC, principalmente do Ministro Abraham Weintraub que estaria aproveitando da situação em que a Universidade se encontra, “Não quer dar uma chance para a Universidade Brasil e ainda beneficiando outras”.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários


Notícias relacionadas