Site americano recomenda para quem vem ao Rio na Copa: “Deixe o colar em casa”

Esportes em 05 de maio, 2014 13h05m
Facebook Twitter Whatsapp
Jornal do Interior “Vai para o Rio na Copa? Deixe o colar de ouro em casa”, diz o título de uma matéria da agência de notícias de economia americana Bloomberg, publicada na última terça-feira, 29. No texto, o site trata de uma história de estrangeiros que foram assaltados, para mostrar a realidade do Rio de Janeiro, destino da maior parte dos turistas que vêm ao país para a Copa. Um homem teve carteira, iPhone e aliança levados, enquanto que, outras duas amigas foram ameaçadas com uma faca. A matéria fala que, no ano passado, a cidade registrou mais de 37 mil roubos, o dobro de Nova York, apesar de ter 2 milhões de pessoas menos. O jornalista David Biller também cita o caso da mulher que foi atacada por um ladrão durante uma entrevista à Globo para uma matéria sobre o aumento da quantidade de roubos e outro caso relembrado são os arrastões que aconteceram nas praias de Ipanema, no ano passado. Números A matéria ainda fala da preparação das forças de segurança da cidade. Só para os pontos turísticos e o perímetro do Maracanã, serão deslocados 7 mil policiais, sendo que destes, apenas 156 falam outras línguas. Biller rebate a tese do secretário de Assistência Social do estado, Pedro Fernandes, que atribuiu o aumento dos assaltos ao grande consumo de crack. Para explicar a criminalidade, a agência americana cita a pobreza das favelas e a estagnação econômica do país. O texto esclarece, no entanto, que os homicídios caíram na cidade nas últimas duas décadas, embora tenham tido um aumento em 2013, pela primeira vez em quatro anos. Ainda assim, o jornalista adverte que os turistas devem tomar cuidado. No fim da matéria, uma americana que teve a câmera roubada (mas devolvida depois de ação da polícia para prender os adolescentes infratores) diz: “Eu disse a todos que me perguntaram sobre o Brasil, desde então: não traga nada muito valioso, porque tem uma boa chance de você não levar de volta para casa”.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários