Foragido por estupro de vulnerável, ex-prefeito de Urupês é preso no Paraguai

Geral Da Redação em 25 de novembro, 2020 08h11m
Facebook Twitter Whatsapp

Toni Bomba foi condenado mês passado pelo Superior Tribunal Federal (STJ) a 10 anos e quatro meses de prisão em regime fechado.

O ex-prefeito de Urupês (SP), Antônio da Silva Oliveira, mais conhecido como Toni Bomba, foi preso nesta terça-feira (24) em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

 

Toni foi condenado pelo Superior Tribunal Federal (STJ) a 10 anos e quatro meses de prisão em regime fechado pelo crime de estupro de vulnerável contra uma enteada. Ele era considerado foragido da Justiça do Brasil desde o início do mês passado.

 

Publicidade

De acordo com o delegado seccional de Novo Horizonte (SP), Éder Galavoti, que coordenou a operação para prender o ex-prefeito, Toni foi encontrado em uma fábrica de lajes. Ele foi preso pela Polícia Nacional do Paraguai, negou que estava foragido da Justiça brasileira e afirmou que se mudou para Pedro Juan Caballero por conta do trabalho.

 

Ainda segundo Éder Galavoti, a suspeita é de que um dos filhos de Toni faça faculdade de medicina em Ponta Porã.

Na noite desta terça-feira, a Justiça do Paraguai entregou o ex-prefeito para a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários