Colombano tem legenda garantida a deputado estadual

Geral Da Redação em 14 de maio, 2021 16h05m
Facebook Twitter Whatsapp

O convite foi realizado pela executiva do partido PATRIOTA

Na tarde desta última segunda-feira (10) o empresário Renato Colombano recebeu em sua empresa o vice-presidente estadual do partido PATRIOTA, Ulisses Ramalho de Almeida, secretário de imprensa do partido; André Valares, presidente municipal do PATRIOTA em Fernandópolis; Weder Dores e o consultor político, Gilberto Musto.

Na pauta da reunião, discussão de emendas ao município e o convite formalizado para que Colombano dispute as eleições de 2022 ao cargo de deputado estadual, “O Renato Colombano é hoje um nome forte não somente emFernandópolis, mas em toda a nossa região. Seria uma enorme satisfação ter este jovem empresário disputando as eleições de 2022 como deputado estadual pelo PATRIOTA, o partido que pode ter o presidente Jair Bolsonaro como nosso candidato” frisou Ulisses Ramalho.

Publicidade

O empresário Renato Colombano agradeceu a presença ilustre dos membros estaduais do partido e lhe disse está pensando seriamente nas eleições de 2022, “Agradeço ao amigo Ulisses Ramalho, vice-presidente do Patriotas no estado de São Paulo e os demais membros pelo convite formal para que eu possa fazer parte das fileiras do partido e ser candidato a deputado estadual. Nosso interior paulista precisa urgentemente de mais atenção do governo paulista e quanto maior for a representatividade regional em número de deputados, melhor será ao nosso interior. Estou pensando seriamente em ser candidato nas eleições de 2022” frisou Colombano.

Nas eleições de 2018 o candidato a deputado estadual eleito pelo partido PATRIOTA com o menor número de votos foi Paulo Correa Jr com 46.438 votos. Porém, caso for concretizado à vinda do presidente Jair Bolsonaro ao partido para a disputa a presidência da República, o número de votos poderá cair drasticamente, como ocorreu com o PSL (antigo partido de Bolsonaro) elegendo o Coronel Nishikawa com apenas 23.094 votos.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários