O que deve ser considerado na hora de escolher um carro seminovo

Geral Da Redação em 24 de setembro, 2021 13h09m
Facebook Twitter Whatsapp

Atualmente, a escolha por carros novos já não é tão alta quando a escolha por carros como Fiat Argo seminovos. Os consumidores que não conseguem trocar o seu carro por um 0 km por causa de dinheiro, podem encontrar excelentes oportunidades no mercado de carros seminovos.

Embora o sonho de comprar um carro 0 km seja o comum denominador entre todos aqueles que decidem comprar um veículo, a opção de comprar um carro usado é a mais escolhida, certamente por motivos econômicos. Mas escolher um dos Fiat Argo seminovos é uma excelente opção. Por que motivo?

Comprando um veículo seminovo, como o carro Argo Fiat, por exemplo, é possível levar para casa um carro com a tecnologia e os acessórios desejados, por um preço menor que o de um carro novo.

Certamente o Fiat Argo preço usado é muito atraente quando se quer trocar de carro ou comprar um pela primeira vez. O importante é definir o seu orçamento e analisar que tipo ou modelo de carro você precisa, para fazer a escolha certa.

Para que a sua escolha de certo, leve em consideração as seguintes dicas:

a) A estética exterior do veículo
A famosa frase popular ‘a primeira impressão é a que fica’ é súper válida neste caso. A estética é muito importante e é fácil de ver. é aconselhável olhar o carro pelos quatro cantos, dar a volta nele, olhar o texto, olhar a parte de baixo e checar o estado da pintura, da carroceria, do para-brisas e dos faróis. Também deve abrir e fechar todas as portas, como também o porta-malas e o capô.
Se você estive interessado em um Fiat Argo seminovo ou em qualquer outro modelo, deve fazer esse tipo de revisão para constatar que esteja tudo bem.

b) Estado interior do veículo
Fazer uma revisão bem profunda no interior do Argo seminovo ou do carro pelo qual você esteja interessado. O recomendável é sentar em cada um dos bancos, tanto da gente quanto de trás e testar todas as janelas, olhar o estado do teto e dos tapetes. Testar também o apoia-cabeças.
Sentado no banco do motorista, teste os faróis, o limpa para-brisas, aperte todos os botões e verifique o painel, o funcionamento do rádio e o estado interior das portas. Teste também todos os cintos de segurança.

c) Faça ao vendedor as perguntas chave
Há três perguntas que devem sim ou sim serem feitas: 1) Que manutenção teve o carro Argo – ou o carro que estiver analisando – e onde foi feita? 2) Quando foi feita essa manutenção? 3) Que uso teve o carro)
O objetivo deste questionário é saber se o carro foi bem cuidado e se teve a correspondente manutenção.

d) Conhecer a história do carro
É evidente que todos os veículos têm a sua própria história, uma história que vai demostrar depois o estado e que ficou. Conhecer essa história é fundamental para você ficar tranquilo na hora de compra. Saber se é um carro que fez viagens longas, se teve um uso pessoal ou mais familiar, se dormia na garagem ou na rua. Todos esses dados ajudam muito na hora da decisão.

e) O estado da mecânica
Tanto seja um Fiat Argo trekking ou um Fiat compacto, conhecer o estado da mecânica é um dos fatores mais importantes, porém difíceis de conhecer. Por isso é fundamental saber se a concessionaria oferece garantia e por quanto tempo seria essa garantia, para poder fechar negócio com tranquilidade.
Pesquise, abra o capô, analise como está tudo por dentro dele, peça para ligarem o motor para poder conferir se faz algum barulho esquisito. O ideal é que um mecânico amigo, da sua confiança, faça essa revisão, pois ele poderá detectar qualquer problema.

f) A eletrônica no carro
Essa revisão é também muito importante, ainda mais com os carros atuais que possuem cada vez mais componentes eletrônicos. Faça uma verificação e depois contrate uma verificação eletrônica, algo muito comum hoje em dia, que é feita com um scanner, através do qual pode se obter informação importante do estado do veículo.

g) Teste drive
Se tudo estiver correto, peça fazer o teste drive, porque só desse modo você poderá testar o funcionamento integral do carro. Na hora do carro andar é que você poderá detectar qualquer problema.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários