Centro Dia comemora o ‘Mês do Idoso’ com programação especial

Geral Da Redação em 30 de setembro, 2021 14h09m
Facebook Twitter Whatsapp

No 1º dia do mês de outubro celebramos o Dia do Idoso no Brasil. Para marcar a data, o Centro Dia do Idoso promove uma programação especial com seus assistidos. As atividades começam na próxima terça-feira, dia 05, com um passeio na Chácara Portal de Roma, com atividades recreativas e café da manhã a todos os visitantes.

Entre os dias 07, 08, 13, 14 e 15, a agenda contará com diversas atrações, começando com passeio cultural no município, passando pela Estação Ferroviária, Centro Cultural (Biblioteca e Teatro Municipal), Igreja Matriz, Paço Municipal, Rodoviária e Recinto de Exposições.

As visitações por diversos pontos da cidade terão como objetivo atualizar os idosos em relação as recentes mudanças, inovações e o desenvolvimento do município, ativando as memórias afetivas e trabalhando a cognição.

No dia 19 de outubro a atração contará com a participação dos alunos estagiários FEF (Fundação Educacional de Fernandópolis), da disciplina de Geriatria, que vão ministrar uma palestra sobre "Alzheimer” e realizar uma dinâmica sobre o tema. Já no dia 21, o passeio será na Casa da Memória - Associação Henri Pestalozzi.

Como encerramento, no dia 26, as atividades acontecerão na Fazenda São Pedro, com café da manhã, roda de música e contação de histórias para todos os idosos participantes.

SOBRE A DATA

Publicidade

No Brasil, em 1º de outubro de 2003, foi aprovada a Lei nº 10.741 (Estatuto do Idoso), prevendo em seu art. 2º que, ao idoso sejam garantidas todas as oportunidades e facilidades para a preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade. No art. 3º, o Estatuto ressalta que é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.

PRINCIPAIS OBJETIVOS:

– chamar a atenção para a existência de desigualdades, geralmente como resultado de uma acumulação de desvantagens ao longo da vida;

– aproveitar as experiências e o aprendizado ao longo da vida dos cidadãos da chamada terceira idade criando políticas proativas e adaptativas de trabalho, promovendo proteção social e dando acesso à cobertura universal de saúde;

– refletir sobre as melhores práticas, lições e progressos para mudar as narrativas e estereótipos negativos que envolvem a velhice.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários