Procura por vacina contra a Covid-19 aumenta em Fernandópolis

Geral Da Redação em 12 de janeiro, 2022 13h01m
Facebook Twitter Whatsapp
Vacinação protege contra agravamento da doença em casos de contaminação  
 
Com a nova onda de Covid-19 em todo o mundo, os trabalhos de combate à doença se intensificam e a população volta a ter o olhar atento e redobrado.
 
          Embora o uso de máscaras, álcool 70% e ações de conscientização nunca tenham sido suspensos desde o início da pandemia, a redução do número de casos e a confiabilidade na vacina provocou ‘relaxamento’ da prevenção por parte de muitos que não esperavam o retorno da doença de forma tão intensa.
 
          Em Fernandópolis, mesmo com bons índices de vacinação e um árduo trabalho preventivo realizado pelos profissionais de Saúde desde o início de 2021, somente nos últimos dez dias, com a nova onda da Covid, 915 casos foram positivados. Entre os novos registros, a maioria é de pessoas assintomáticas, ou com sintomas leves que são encaminhadas para cumprirem o isolamento domiciliar.
 
  Para a equipe de Saúde, embora o aumento de casos tenha sido grande após as festividades de final de ano e necessitem de atendimento médico, a eficácia da vacina garante que não exista gravidade e o tratamento seja feito sem necessidade de internação em quase todos os positivados. “Chamamos mais uma vez a atenção de todos para que estejam em dia com o esquema vacinal. Tomar todas as doses da vacina ainda é a melhor maneira de prevenir o agravamento da Covid.  Muitas pessoas imunizadas estão contraindo o vírus, porém, por estarem vacinadas a doença não está trazendo complicações”, explicou o secretário municipal de Saúde, Ivan Veronesi.
 
“As medidas de segurança, higienização e distanciamento também devem ser mantidas. Vamos continuar firmes nesse propósito de vencer o vírus. A Saúde de Fernandópolis está trabalhando ativamente para atender e acompanhar todos nesse momento”, completou o secretário.
 
“Tomar a vacina é essencial e seguro. Solicitamos todas as pessoas que estão em atraso com a segunda dose para que regularizem o calendário vacinal e também aqueles que já estão no período apropriado para a dose reforço, procurem um dos pontos de vacinação”, relatou Kelgissane Bruzzão Franco da Silva, responsável pelo Programa de Imunização do Município.
 
VACINAÇÃO 
Para receber a segunda dose basta procurar uma Unidade de Saúde ou a Central, de segunda a sexta-feira até às 13h. 
Para receber o reforço do imunizante (terceira dose) é preciso ter completado 04 meses ou mais da segunda para as pessoas que receberam a Coronavac, Astrazeneca e Pfizer. Já para as pessoas que foram vacinadas com a Janssen (dose única), a orientação é que o reforço seja feito no período mínimo de 2 meses com vacina da fabricante Janssen e, na falta dela, a Pfizer.
 
  SUSPEITAS
Em suspeita de Covid a recomendação da Secretaria Municipal de Saúde é que a população já inicie as medidas de isolamento. Em casos leves, procurar a Unidade de Saúde do seu bairro e em casos moderados ou graves procurar diretamente a UPA, o mais rápido possível. Também é essencial manter o uso de máscaras adequadamente e de álcool 70%. 

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários