Pelo segundo mês seguido Jales tem o melhor desempenho entre as maiores cidades da região na geração de empregos

Foram criadas 32 vagas em Jales e 8 em Santa Fé do Sul; já Fernandópolis e Votuporanga terminaram o mês com saldo negativo

Geral Da Redação em 01 de setembro, 2022 16h09m

Foram criadas 32 vagas em Jales e 8 em Santa Fé do Sul; já Fernandópolis e Votuporanga terminaram o mês com saldo negativo de 7 e 55 postos de trabalho a menos, respectivamente

Eduardo Monteiro – assessoria de comunicação da ACIJ

Mais uma vez, Jales se destacou na geração de empregos frente aos outros principais municípios da região. É o que mostra o levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), referente ao mês de julho, mas que só foi divulgado nesta semana pelo Ministério do Trabalho e Previdência, do Governo Federal.

Jales começou o segundo semestre do ano com um saldo positivo de 32 vagas de emprego com carteira assinada. Isso significa que mais pessoas foram contratadas do que demitidas, resultado de 387 pessoas admitidas e 355 desligadas em julho.

Todos os setores registraram saldo positivo no mês. Destaque para o setor de serviços (+14), seguido da indústria (+8), comércio (+4), agropecuária (+3) e construção civil(+3).

Região

Publicidade

O desempenho de Jales, com a criação de 32 vagas no mês de julho, colocou o município pelo segundo mês seguido no topo do ranking, entre as quatro maiores cidades da região.

Votuporanga, por exemplo, fechou todos os meses de 2022 com saldo negativo, ou seja, demitiu mais do que contratou entre janeiro e julho. Só em julho foram 55 empregos a menos e a cidade já soma, no acumulado do ano, 301 vagas fechadas.

Em Fernandópolis, o município também começou o segundo semestre com índice negativo de 7 postos de trabalho a menos com carteira assinada.

Já em Santa Fé do Sul, o índice de julho não foi negativo, mas o saldo positivo foi bastante tímido, sendo apenas 8 novos empregados com registro em carteira

Publicidade

Comentários