Padrasto é preso suspeito de abusar sexualmente da enteada de 8 anos

Polícia Da Redação em 01 de setembro, 2020 08h09m
Facebook Twitter Whatsapp

Moradores fizeram protesto na frente da delegacia de Mirassol para pedir prisão do padrasto suspeito de estuprar enteada — Foto: Julia Caputi/Mirassol Conectada

O padrasto que foi preso suspeito de abusar sexualmente da enteada, de 8 anos, em Mirassol (SP), alegou à polícia que aproveitava quando a mulher estava na cozinha ou tomando banho para cometer o crime em um dos cômodos da casa, segundo o boletim de ocorrência.

Ainda de acordo com o registro, o suspeito também afirmou aos policiais militares que teria abusado sexualmente da criança cerca de quatro vezes e que cometia o crime desde abril.

A prisão do homem ocorreu depois que uma parente da vítima fez denúncia e acionou uma equipe da Polícia Militar. Os policiais foram até o imóvel e, durante a abordagem, uma foto do abuso sexual com a criança foi encontrada no celular do suspeito.

Publicidade

O homem foi levado à delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência por estupro de vulnerável e armazenamento de fotos de sexo explícito com menor. Em seguida, ele foi ouvido e liberado

Contudo, a soltura do homem no sábado (29) causou a reação de moradores, que protestaram na frente da delegacia da cidade neste domingo (30). Após o ato de protesto, a Polícia Civil pediu a prisão preventiva do padrasto, que ficou preso à disposição da Justiça.

Ainda de acordo com a polícia, um exame de corpo de delito na menina foi solicitado, além de uma análise técnica do celular do suspeito

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários