Homem é preso por dopar e estuprar menina de 14 anos

Polícia Da Redação em 19 de novembro, 2020 08h11m
Facebook Twitter Whatsapp

Segundo a Polícia Civil, vítima foi abordada enquanto ia a um mercado em 11 de novembro. Prisão foi realizada na manhã desta quarta-feira (18), em Bady Bassitt, interior de São Paulo.

O homem preso suspeito de dopar, sequestrar e estuprar uma menina de 14 anos, em Bady Bassitt, no interior de São Paulo, afirmou à Polícia Civil que perdeu a cabeça e não aguentou não cometer o crime, segundo informou ao G1 o delegado responsável pelo caso, Ericson Abufares.

O caso foi registrado em 11 de novembro, por volta das 18h, no bairro Jardim Bandeirantes. A prisão do criminoso, no entanto, foi realizada na manhã de quarta-feira (18) após a Justiça expedir um mandado.

De acordo com Ericson, a vítima relatou que estava indo a um supermercado comprar fubá para a família, quando foi abordada pelo suspeito que dirigia um carro e estava armado.

“Ele parou o veículo, desceu, se aproximou e colocou um lenço no rosto da vítima embebedado com algum produto entorpecente. O homem colocou a menina no carro e foi embora”.

Em seguida, o suspeito levou a menina até uma mata de Bady Bassitt, onde tirou a roupa dela e cometeu o crime. A vítima acordou no meio do estupro.

“O homem, infelizmente, terminou de estuprar a vítima. Ela conseguiu descer do carro, saiu correndo e pediu ajuda em um posto de combustíveis”, contou o delegado.

A Polícia Militar foi acionada, encontrou a vítima e a ligou para o resgate. A menina foi levada ao hospital e, posteriormente, fez um exame de corpo de delito. O resultado ainda não saiu.Suspeito foi preso em construção de Bady Bassitt — Foto: Arquivo Pessoal

No dia seguinte ao estupro, policiais começaram a investigar o caso e identificaram o veículo usado no crime, além do suspeito de cometê-lo.

Publicidade

A menina, acompanhada pela mãe dela, prestou depoimento à polícia e realizou o reconhecimento do carro e do homem que a estuprou.

O delegado responsável pelo caso, então, fez um pedido de prisão temporária, que foi deferido pela Justiça na manhã desta quarta-feira.

“Nós solicitamos apoio da Polícia Militar e o encontramos em uma construção de Bady Bassitt. Ele chegou a tentar correr, mas conseguimos prendê-lo”, contou o delegado.

Ainda segundo Ericson Abufares, o suspeito confessou o estupro durante depoimento, disse à polícia que cometeu o crime após 'perder a cabeça'.

“Nós cumprimos um mandado de busca em São José do Rio Preto (SP) para ver se encontrávamos a arma usada no crime. Não encontramos, mas achamos as roupas que ele usava no dia do crime guardadas em uma sacola”, afirmou.

O homem foi encaminhado à carceragem da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Rio Preto, onde permanece à disposição da Justiça.Roupas usadas pelo suspeito no dia do crime foram apreendidas em Bady Bassitt — Foto: Arquivo Pessoal

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários