Casal de traficantes é preso em flagrante no bairro Solo Sagrado

Um casal foi preso em flagrante com grande quantidade de drogas nesta terça-feira (8) no Solo Sagrado, em Rio Preto. De acordo com informações do boletim de ocorrência, era por volta de 21h, quando policiais militares estavam em patrulhamento nas proximidades do local, já conhecido como ponto de venda de entorpecentes. Eles visualizaram três suspeitos e resolveram abordá-los, mas um deles fugiu e entrou em um corredor de uma casa (não há informações sobre os outros dois).

Polícia Da Redação em 09 de novembro, 2022 14h11m

Um casal foi preso em flagrante com grande quantidade de drogas nesta terça-feira (8) no Solo Sagrado, em Rio Preto. De acordo com informações do boletim de ocorrência, era por volta de 21h, quando policiais militares estavam em patrulhamento nas proximidades do local, já conhecido como ponto de venda de entorpecentes.

Eles visualizaram três suspeitos e resolveram abordá-los, mas um deles fugiu e entrou em um corredor de uma casa (não há informações sobre os outros dois). Os agentes localizaram um saco preto com 15 pinos de cocaína perto de um poste. Um dos PMs, que ficou na viatura, observou uma mulher chegando num carro de aplicativo e a reconheceu como traficante daquela área. Por isso, resolveu abordá-la.

Ao ver a presença dos policiais, ela jogou uma bolsa em uma casa vizinha e tentou disfarçar. Abordada, a suspeita, de 30 anos, acabou confessando que tinha drogas na bolsa. Foram localizados 83 pinos de cocaína na sacola, além de um com ela, que afirmou ser para consumo próprio.

Publicidade

A mulher ainda revelou que tinha mais entorpecentes em casa, onde foram encontrados mais 15 pinos de cocaína. Mas negou que o material jogado pelo fugitivo próximo ao poste pertencia a ela. Em depoimento, disse ainda que estava com o marido, de 36 anos, na casa do avô que é acamado, quando o companheiro recebeu a droga que estava na bolsa para distribuírem. Além disso, relatou que os dois são usuários de cocaína e estão traficando para sobreviver.

Na casa do avô, no Jardim Etemp, o marido confirmou a versão apresentada pela mulher e o casal recebeu voz de prisão, sendo levado para a Central de Flagrantes, No local, apesar de algumas contradições, a dupla contou praticamente versões iguais. O laudo de constatação preliminar confirmou a natureza ilícitas das substâncias, apontando positivo para cocaína.

A mulher não apresentava nenhum antecedente criminal e o marido, tinha registro por violência doméstica. Além das drogas, os celulares do casal também foram apreendidos. O delegado de plantão confirmou a voz de prisão em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Eles foram encaminhados para a carceragem da Deic, onde permanecem à disposição da Justiça.

Publicidade

Comentários