‘Com a chegada do 5G, é preciso avançar com a conectividade rural’

Rural Da Redação em 13 de maio, 2021 16h05m
Facebook Twitter Whatsapp

O leilão da internet 5G está previsto para acontecer em julho e promete levar conectividade às áreas rurais do Brasil. Lembrando que o edital do leilão foi aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e vai colocar à venda o direito de uso de quatro faixas de radiofrequência, que são espécies de canais por onde passam os sinais da internet sem que haja interferência.

No entanto, segundo o comentarista Glauber Silveira, além do 5G, é preciso investir na parte física, como antenas e conexões para que a conectividade, enfim, chegue aos produtores rurais.

“É muito importante separar as coisas. O 5G é uma coisa e a conectividade é outra. O 5G é a velocidade de acessos, tanto de receber e enviar dados, mas sem uma antena não tem conectividade. E o investimento pode vir de um Projeto de Lei do ano passado que aprovou o Fundo de Universalização de Serviços de Telecomunicações, que é um fundo que arrecada cerca de R$ 1 bilhão por ano e que era destinado, antigamente, para manutenção de orelhões e coisas do tipo. Temos 22 bilhões nesse fundo e o uso dele poderá acelerar a conectividade no campo”, falou.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários